segunda-feira, 7 de julho de 2014

Jogadores que disputaram o Mundial a jogar em equipas Portuguesas (1994-2002)

Estados Unidos 1994
Emmanuel Maboang (Camarões - Rio Ave): Jogou em 2 Mundiais,1990 e 1994. Para além do Rio Ave também jogou no Portimonense.
David Embé (Camarões - Belenenses): Pela primeira vez uma selecção estrangeira de um mundial conta com 2 jogadores de clubes "pequenos" do nosso campeonato. Foi um autêntico globetrotter do futebol: Camarões, Portugal, Grécia, México, China, Perú, Russia e Estados Unidos.
Sergei Yuran (Rússia - Benfica): Jogou por duas selecções, União Soviética e Rússia. Apesar de ter nascido na Ucrânia (e de ter sido considerado o melhor jogador Ucraniano da altura) optou por jogar pela Rússia (aqui está um exemplo sobre a complicada questão da Ucrânia e Rússia).
Stefan Schwarz (Suécia - Benfica): Um jogador de grande qualidade que passou por clubes como Benfica, Bayer Leverkusen, Arsenal, Fiorentina e Valencia. Jogou 69 jogos pela Suécia.
Erwin Sánchez (Bolivia - Boavista): Um dos melhores jogadores de sempre da Bolivia. Marcou frente à Espanha, sendo não só o unico golo da Bolivia no Mundial de 1994 como também em todas as suas 3 participações em Mundiais.

Emil Kostadinov (Bulgária - Porto): Foi o carrasco da França no acesso ao Mundial. Para além do Porto, jogou no Corunha e no Bayern onde marcou um dos golos da final da Taça UEFA em 1996.

Ivaylo Iordanov (Bulgária - Sporting): Esteve 10 anos no Sporting (1991-2001) tendo feito mais de 250 jogos pelo clube. Jogou em 2 Mundiais (em 1998 também alinhou estando no Sporting) e 1 Europeu.
Krasimir Balakov (Bulgária - Sporting): Está entre os melhores estrangeiros que já jogaram em Portugal. A comprová-lo basta dizer que é considerado o melhor jogador da Bulgária a seguir a Stoichkov.

Rashidi Yekini (Nigéria - Vitória de Setúbal): Infelizmente já não se encontra entre nós. Teve a honra de marcar o primeiro golo da Nigéria em Mundiais. Foi também premiado como o futebolista Africano do Ano como jogador do Vitória do Setúbal.

Hassan Nader (Marrocos - Farense): Jogador histórico do Farense que representou por 219 vezes e marcou 94 golos. O sucesso que teve em Faro não se reflectiu na selecção onde não era titular.
Stan Valckx (Holanda - Sporting): Jogou no Sporting durante 2 anos, mas o auge da sua carreira foi no PSV, teve 20 internacionalizçaões pela Holanda ao longo de 6 anos.



França 1998
Doriva (Brasil - Porto): Primeiro jogador do nosso campeonato a chegar à final de um mundial (ainda falta termos um campeão do mundo). Foi tri-campeão no Porto. Jogou 14 vezes pelo Brasil.

Abdelilah Saber (Marrocos - Sporting): Ainda foi campeão pelo Sporting mas acabou por perder o lugar para César Prates. Foi titular de Marrocos nos 3 jogos que disputou no Mundial.

Abdelkrim El Hadrioui (Marrocos - Benfica): Esteve 2 anos em Portugal. Jogou 2 mundiais por Marrocos.


Youssef Chippo (Marrocos - Porto): Venceu 2 campeonatos pelo Porto. Jogou 11 anos por Marrocos.


Tahar El Khalej (Marrocos - Benfica): Marrocos levou 4 jogadores vindos de Portugal para o Mundial. Jogou no Benfica entre 1997 e 2000, tendo jogado posteriormente em Inglaterra onde concluiu a carreira. Jogou 2 mundiais pelo seu país.

William (Camarões - Boavista): Um histórico do Boavista, tendo estado presente na melhor fase do clube. Teve 7 internacionalizações pelos Camarões.


César Ramírez (Paraguai - Sporting): Embora não tenha sido titular no Sporting foi chamado ao Mundial 1998. Jogou 17 vezes pelo Paraguai.


Ljubinko Drulovic (Jugoslávia - Porto): Jogou 11 anos em Portugal, teve maior sucesso no FC Porto onde venceu 5 campeonatos consecutivos. Pela Jugoslávia participou num Mundial e num Europeu.


Coreia/Japão 2002
Carlos Paredes (Paraguai - Porto): É conhecido no Paraguai como o "Mestre do Meio-Campo", jogou no Porto (onde teve maior sucesso) e no Sporting onde raramente alinhou. Teve uma excelente carreira pelo Paraguai tendo jogado em 3 Mundiais.

Zlatko Zahovic (Eslovénia - Benfica): Um dos estrangeiros mais ilustres que passou pelo nosso campeonato. É o recordista de internacionalizações e de golos pela Eslovénia. Não se portou bem em 2002 tendo realizado apenas um jogo, incompatibilizou-se com o seleccionador e foi expulso da equipa.
Miran Pavlin (Eslovénia - Porto): Chegou ao nosso campeonato por intermédio do FC Porto após ter feito um bom Europeu em 2000, não chegou no entanto a afirmar-se em Portugal. É um dos jogadores mais internacionais de sempre da Eslovénia.

Benni McCarthy (África do Sul - Porto): Foi fundamental na conquista da Liga dos Campeões pelo Porto, por onde veio inicialmente por empréstimo, tendo convencido Mourinho ao marcar 12 golos em 11 jogos. É o melhor marcador de sempre da África do Sul.
Dmitri Alenichev (Rússia - Porto): Marcou nas duas finais Europeias do Porto de 2003 e 2004. Apesar de ser um jogador importante raramente era titular devido à qualidade de Deco. Jogou um mundial e um Europeu pela Rússia.


3 comentários:

Gonçalo Alves disse...

:).....chico maboang

João Pedro disse...

Incrível como em 3 Mundiais quase dobrámos as presenças anteriores!

Tudo tipos praticamente lendários dentro da dimensão do nosso campeonato e certamente não nos iremos esquecer!

Contudo, o Itália '90 teve representantes com outro peso, face a este período...!

Abraço

Anónimo disse...

so gradas jogadores
lembranças...........